Pedra e Cal

Pedra e Cal

Portugal, 2016, DOC, HD, Cor, 55’
Local de Exibição: Ermida N.ª Sr.ª de Guadalupe

22 de Setembro, 21h, Entrada Livre

 

Um filme sobre casas rurais no sudeste alentejano, em muito semelhantes às regiões do Algarve, mostrando a relação entre o presente e memórias evocadas na intimidade do lar. Um inquérito às emoções e ao imaginário social a que está ligada a arquitectura tradicional. Vemos aqui, em especial, os objectos que se escolheu manter nos interiores das casas e que expõe um passado vivido como nostálgico e duro, mas cujos traços ainda se encontram na paisagem.

Os dias vazios nas casas quase esvaziadas são revisitados por Catarina Alves Costa, que, com este filme, ao mesmo tempo que testemunha o despovoamento que condena o interior do Alentejo, uma das regiões mais isoladas de Portugal, pretende deixar desses dias a geometria ordenada, a disposição impecável e a luz limpa de que cuidam aqueles que, daqui a pouco, vão desaparecer. São poucas (quase nenhumas), no documentário, as crianças – até um cão já vai para velho. Mas têm o tempo do lado deles. Quando um documentário distende o ritmo das imagens, quando aceita o tempo daquilo que documenta, começa a cruzar a fronteira do olhar poético: é nesse limiar que se encontra, por culpa do objeto que olha, mas acima de tudo pelo olhar com que olha, pela discreta voz que interroga, o filme de Catarina Alves Costa.
                  “a treva da cal”* – Sobre Pedra e Cal, por Ana Isabel Soares / 09 03 2017
 

Direcção: Catarina Alves Costa | Fotografia: Olga Ramos | Som: Isabel Dias Martins | Produção Executiva: Maria Ribeiro Soares | Edição: Pedro Duarte | Pós-produção: Graça Castanheira

Festivais e Prémios: Realizadores Catarina Alves Costa

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo